A morte do rapper O.D.B. foi considerada como acidente

 

 

A morte do rapper O.D.B. foi considerada como acidente pelo médico-legista, que disse Quarta-Feira que ele morreu de uma combinação de uso de cocaína e analgésicos. O.D.B., nome verdadeiro Rusell Jones, morreu em um estúdio de gravação em Manhattan no dia 13 de Novembro. Ele morreu "devido a uma intoxicação resultante de uma combinação dos efeitos da cocaína e Tramadol, um analgésico que só se vende com prescrição médica, mas não é um narcótico”, disse Ellen Borakove, a porta-voz do escritório do médico-legista de New York City. "A causa da morte é acidente”, ela adicionou.

 

O.D.B. reclamou de dores no peito antes de desmaiar no estúdio, e já estava morto quando os para-médicos chegaram. Faltava poucos dias para o seu aniversário de 36 anos.

 

O.D.B., também conhecido como Ol' Dirty Bastard, foi um dos fundadores do grupo de rap Wu-Tang Clan. Com seu jeito incomum, suas rimas caluniosas e absurdas, O.D.B. se destacou mesmo num Clan com nove homens, e como artista solo ele lançou singles como "Shimmy Shimmy Ya" e "Got Your Money". Ele estava trabalhando em seu álbum de retorno há mais de um ano e estava quase finalizando o trabalho.

 

O.D.B. foi o mais recente de uma série de rapper que sofrem uma morte prematura, além dele tem Jam Master Jay do Run DMX, que foi baleado fatalmente em 2002, e Notorious B.I.G. e Tupac Shakur, que foram ambos assassinados em meados dos anos 90. Os assassinatos continuam sem solução.

 

 

Ae essa matéria foi traduzido por um cara muito firmeza... Salve Nefasto, muito agradecido pela sua ajuda...

S.L.U.P.M.I. – 3 Kings.

DJ Envy - R&B Vol. 26




Tracklist
1 - I'm In Love With A Stripper (remix) - T-Pain feat. Akon, Twista, Pimp C, Paul Wall, Mjg, Too Short, Busta Rhymes
2 - I Love You (remix) - Cheri Dennis feat. Jim Jones & Juelz Santana
3 - The One You Need - Megan Rochell feat. Fabolous
4 - Gimme That (remix) - Chris Brown feat. Lil Wayne
5 - Where I'm From - Razah feat. Juelz Santana
6 - Let's Get Away - Kieran feat. Fabolous
7 - Say I (remix) - Christina Milian feat. Young Jeezy & Juelz Santana
8 - Margarita - Sleepy Brown feat. Big Boi & Pharrell
9 - Can't Hide From Love (remix) - Mary J. Blige feat. Beanie Sigel & Freeway
10 - How I Roll - J. Isaac feat. Juelz Santana
11 - Dopegirl - Brooke Valentine feat. Pimp C
12 - One More Try - Heat feat. Fabolous
13 - Love Song (remix) - Missez feat. Pimp C & Paul Wall
14 - Rockin Chair - Razah feat. Juelz Santana
15 - Girlfriend - Ne-Yo (not on album)
16 - I Am Not My Hair (remix) - India Arie feat. Swizz Beatz
17 - I Won't Tell - J-Dia feat. Styles P
18 - Me & U (remix) - Cassie feat. AC
19 - Crowded - Jeannie feat. Papoose
20 - Ur Behind (remix) - Trey Songz feat. Flawless
21 - Disco Bitch - Jazze Pha & Cee-Lo
22 - So Sick (The Answer) - Lil Bit

http://bigupload.com/download_frame.php?id_file=1D4AC5D3

DJ L - Money On My Mind (Hosted By Lil Wayne)

Tracklist


1 - Lil' Wayne - Intro
2 - Jim Jones - Murda Freestyle
3 - Jim Jones feat. Max B - Too High
4 - DJ Green Lantern feat. Juelz Santana, Dem Franchise Boyz - Show You What
5 - Cam'ron - Wet Wipes
6 - J.R. Writer - Bubblin' Freestyle
7 - Juelz Santana feat. S.A.S. - Da Army
8 - Ransom (A-Team) feat. Gravy - 718/201 Freestyle
9 - Ransom (A-Team) feat. Fabolous - That's That Freestyle
10 - Busta Rhymes feat. Cassidy, Papoose - Psycho
11 - Busta Rhmes feat. Labba, Papoose - Juks
12 - Grafh - What Could You Do For me
13 - Cash (Open Lock) - Same Hood
14 - Daytona - People Talking Freestyle
15 - Mike Knox feat. Beanie Sigel - Game Point Freestyle
16 - Joe Budden - On My Grind Freestyle
17 - Freeway - Can't Hide Freestyle
18 - D.Rich feat. Jadakiss, Styles P. - Block 4 Life
19 - Fabolous feat. Freck The Billionaire - Break You Off
20 - Stack Bundles feat. Fabolous - Step Out
21 - Red Cafe feat. Fabolous, Paul Wall - Bling Blaow Pt. 2
22 - DMX feat. Swizz Beatz - We In Here
23 - Lil' Wayne - Interlude
24 - Lil' Wayne - In The Streets (Unreleased)
25 - Cam'ron feat. Lil' Wayne - Suck It Or Not
26 - J.R. Writer - O.G. Freestyle
27 - Busta Rhymes feat. Labba - Boss Of The Bosses Freestyle
28 - Christina Millian feat. Juelz Santana - Say I (Rmx)
29 - Metro feat. The Game - Ghetto Love
30 - Ne-Yo feat. Ghostface - Like That (Rmx)
31 - Young Cash feat. Remy Martin - In Luv With
32 - Geolani feat. A-Team - State 2 State
33 - Snyp feat. Styles P, Maino -
34 - Corey Gunz - Blaze A 50 Freestyle
35 - Heron - Hustler's Anthem 2006
36 - The Professor - How They Done That
37 - Red Cafe feat. Cormega - Back 2 Back Freestyle
38 - Busta Rhymes feat. T.I. - Cannon

 

http://bigupload.com/download_frame.php?id_file=F480C5D2


Mobb Deep - More Money, More Murder


Tracklist
1 - Intro, part 1 - Mick Boogie
2 - Intro, part 2 - Mobb Deep
3 - Mobb Deep - Blood Money [produced by The Kickdrums]
4 - Mobb Deep - The D Boyz (Mick Boogie mix)
5 - Mobb Deep feat. Dr. Dre - Welcome Home (Mick Boogie mix)
6 - Mobb Deep - Horror Flick
7 - Mobb Deep Interlude
8 - Mobb Deep feat. Bun B - Put Them In Their Place (Mick Boogie mix) [produced by C]
9 - Mobb Deep - Muthafuckin Lie
10 - Mobb Deep Interlude
11 - Mobb Deep feat. Biggie - Escape From New York (Mick Boogie mix)
12 - Mobb Deep feat. The Roots - Burn (LIVE)
13 - Mobb Deep - You Ain’t
14 - Mobb Deep Interlude
15 - Mobb Deep feat. Lloyd Banks - You Already Know (Mick Boogie mix)
16 - Mobb Deep feat. Common - Hell (Terry Urban mix) [produced by J Dilla-R.I.P.]
17 - Mobb Deep - Mobb Shot Ya
18 - Mobb Deep feat. The Roots - Shook Ones (LIVE)
19 - Mobb Deep feat. Beanie Sigel - Streets Merge [produced by The Kickdrums]
20 - Mobb Deep Interlude
21 - Mobb Deep - Can I Live?
22 - Mobb Deep - Smack
23 - Mobb Deep feat. Papoose - License To Kill
24 - Mobb Deep Interlude
25 - Mobb Deep feat. The Roots - Got It Twisted (LIVE)
26 - Mobb Deep feat. Termanology - Every Time
27 - Mobb Deep - For The Record
28 - Mobb Deep - Quiet Storm, part 3 (alternate mix)
29 - Mobb Deep Outro
30 - Mobb Deep Freestyle LIVE On League Crew Radio (BONUS)

http://bigupload.com/download_frame.php?id_file=6E16F490
Paris Hilton..rapper? cantora?bitch?

 



Ahahahah cada hora eh uma querendo cantar...
dessa vez a modelo (?) socialite (?) milionaria (yeah) Paris Hilton inventou q vai cantar...
E chamou nada menos que... Three Six Mafia pra gravar com ela.

Tudo começou quando eles se encontraram na festa da agencia William Morris e ai a Paris disse que se amarrou em "Stay Fly" (claro essa musica eh fodasssssa , pelo menos tem bom gosto ahuauhauh)
e que gostaria de gravar com eles...se era possivel.. O Juicy J topou e eles tao gravando e ajudando a Paris Hilton nesse tal album dela.

Fonte: Lil' B.A.B.Y.
50 Cent fala merda de novo.... Fala sobre seu novo album e sobre o Sul.


50 Cent

Até mesmo 50 Cent tem que ouvir o chefe as vezes. O rapper revelou que estava planejando lançar um album dia 18 de Julho (perto da data de lançamento do album de The Game), mas o chefão disse que não era a hora.

"Eminem não concordou comigo," disse 50 Cent sobre seu chefe da Shady Records enquanto ele estava no set de gravação do novo video de Mary J. Blige "Enough Cryin'". "Minha motivação não estava certa. As vezes fico meio frustado e eu tenho tanto material que não é ouvido que eu pensei, 'vou lançar outro album.' E Eminem me falou, 'Não, espera mais um pouco.' Eu não me importo com essa coisa de tempo, eu só quero que a música seja lançada, mas acho que faz sentido tomar mais um tempo e re-criar um novo album."

"Quando o verão passar, a música que eu tinha planejado lançar será antiga para mim e eu vou ter novas idéias, vou ter que escrever outras coisas," ele explica. "Eu não recebo os créditos que deveria receber por minhas músicas. Eu recebo todos os cheques que deveria receber, mas não recebo o troféu. Mas por mim tudo bem. Mas mesmo assim vou continuar dominando mais. Vou receber um prêmio pelo conjunto da obra e não um prêmio de melhor novo artista, por mim tudo bem."

Se dependesse de 50, ele também receberia um prêmio por chefe de gravadora, porque ele diz que comandar a G-Unit toma muito de seu tempo.

"Eu tenho me sacrificado muito pela minha banca," ele diz. "Eu tenho um album e três videos para fazer... termino o album. Mesmo eu colocando 21 músicas no album [The Massacre de 2005], que é um album duplo, com certeza terá mais 3 músicas que eu poderia gravar videos, mas eu não gravo para que eu possa cuidar dos outros projetos, para me certificar de que todos ao meu redor possam estar com sua criatividade no máximo e possam ganhar seu dinheiro. Para mim realmente é um sacrificio."

Ele disse que se fosse egoísta teria lançado videos para "Build You Up" com Jamie Foxx, "God Game Me Style" e "Get In My Car."

"Tinha tantas músicas que tinham potencial para ir para as rádios e se tornarem singles. Quando vou cantar essas músicas eu sinto a energia, eu vejo que as pessoas gostam da músicas mais do que eu imaginei que gostariam."

Mas ele diz que está gostando do papel de chefão, principalmente por ser capaz de contratar um de seus artistas favoritos, Mobb Deep.

"O projeto deles é incrível," disse 50. "Foi uma oportunidade de trabalhar com um grupo que eu era um grande fã e agora estou muito excitado com isso. Eu tive influência nas escolhas musicais e acho que esse projeto é um clássico."

O album de Mobb Deep "Blood Money" está marcado para sair 11 de Abril, embora 50 tenha dito que a data foi mudada em algumas semanas para limpar os samples.

O album de Lloyd Banks será o próximo, em seguida o de Young Buck.

50 diz que o Hip-Hop precisa da G-Unit, já que o genero parece estar com uma falta de criatividade. Principalmente as músicas do South.

"Muitas músicas que vem do Sul são muito simples e acho que é porque eles só querem se divertir," ele explica. "Eles não se preocupam com o que eles dizem... Eles não tem sentido algum, fazem sentido de uma certa forma porque eles simplesmente querem ouvir algo enquanto estão curtindo as festas e isso funciona pra eles. Mas quando eles não tiram um tempo para fazer um som de qualidade, isso fere o atual Hip-Hop. Eles querem fazer músicas para poder sair na noite ao invés de fazer a melhor músicas possível."

"Eles estão diminuindo o padrão de música," ele continua. "Isso muda o limite até onde você pode chegar e causa confusão nos artistas que não tem direção própria até um certo ponto que eles começarão a fazer músicas similares. Tipo se uma música sai e se torna um sucesso, e é a música mais simples do mundo, no mesmo momento novos artistas vão fazer músicas similares a essa outra. A motivação deles é fazer músicas que se tornem sucesso e que irá lhes dar de sair da situação financeira que eles se encontram nos guetos. Eles querem fazer músicas iguais as que eles ouvem nos carros ao invés de criar suas próprias tendências."

 

[Eu entendo o que esse maluco quiz dizer, mas precisava esclarecer mais. Tem muitos artistas no Sul que fazem um rap de verdade e com compromisso, como Scarface, UGK, Slim Thug, Young Jeezy, Young Buck, para citar alguns. E tem aqueles que fazem esse tipo de rap para curtir, como Lil Jon, Mike Jones. Mas o mesmo acontece na East Coast com rappers como 50 Cent hahaha, na West Coast, mas acho que ele só citou o Sul por um único motivo... eles estão dominando o jogo no momento.]

Much Luv to the South!!! Fuck 50 Cent!!!

Fonte: S.L.U.M.P.I.

Ae vamos com noticia diretamente dos States.

Cabral manda um salve pra todos que torcem por ele, e relamente C4 vc representa...

News...


What's really good Fam?

C4 direto do Brooklyn, Nova Iorque, pra contar o rolê pra vocês, se liga:

California foi loco...

San Francisco, a gente fez três shows e trampou com o JT the Bigga Figga e o Rasco

Tem um movimento lá chamado "Hiphy" que tá muito grande!

Tem uma parada chamada "Ghost Ride the Whip" (Piloto Fantasma) que é o seguinte, os caras descem
do carro, em movimento e acompanham o carro "andando / dançando" ao lado, rs, só vendo pra crer...

A música mais estourada lá (e que fala sobre isso) é a "Tell Me When To Go" do E 40, confiram!

Los Angeles, a gente gravou no estúdio da Paramount, som com o Petey Pablo

Fiz uma tattoo com o Mr. Cartoon (acima) e não vou nem falar do "verdinho" de lá, rs

A música mais estourada lá é a "Poppin' my Collar" do Three 6 Mafia

Miami foi foda...

Winter Music Conference, cidade invadida, tudo Hip Hop!

Shows do Young Jeezy, Paul Wall e Juelz Santana entre outros...

A gente fez dois shows, um deles com o 2 Live Crew e o Arthur Baker,
produtor do "Planet Rock" do Afrika Bambaataa (muito respeito!)

Conhecemos também o Crazy Legs e o Jadakiss, o Baby e o Lil Wayne na
festa de aniversário da Cash Money

A música mais estourada lá (aqui e no resto dos EUA) é a "What you Know"
do TI que inclusive ontem lançou o disco "King" e é o atual "rei" daqui...

Que mais?

1.4, vamos pra Detroit pra uma festa e pra ver os Pistons jogarem contra o
Phoenix Suns do meu parceiro Leandrinho Barbosa, dia 2.4

Depois...



Voltamos pra NYC, 4.4, show do Braza e meu aniversário no SOB's (Sounds of Brasil)

E finalmente, 9.4, tamo de volta no Brasil com uma surpresa pra vocês na TV

Muitas novidades!

Aguardem...

1 luv,

C4

PS: Valeu todo mundo que tá mandando mensagens e torcendo por noiz!

Tamo representando vocês aqui...

Salveee!

*PROOO HIP HOOOP*

Fonte: http://www.prohiphop.blogger.com.br/

Do Harlem à universidade, o hip hop atrai artistas de NY
Mighty Mike C, um rapper veterano de 42 anos, lembra da época quando precisava puxar eletricidade dos postes de iluminação das ruas para instalar o som para as festas no Harlem, nos primeiros dias do hip hop.

Hoje, durante o dia, ele trabalha para a cidade, levando turistas em um "Passeio pelos Pioneiros do Hip Hop" que passa pelos pontos principais do gênero, que agora caiu no gosto popular, tanto que já conseguiu um lugar no Museu Smithsonian de História Americana.

"Tudo o que você precisava era de um poste de luz e de uma mesa com um toca-discos em cima", disse Mike C enquanto mostrava a turistas britânicos, japoneses e alemães o Graffiti Hall of Fame, um muro coberto por desenhos coloridos em uma escola no Harlem.

"Se você olhar para as primeiras gravações de rap, eram sobre festejar", disse, descrevendo como começou sua carreira, numa época na qual artistas ganhavam uma miséria em comparação às estrelas de hoje.

Mike C, cujo nome real é Michael Kevin Clee, era membro do Fearless Four, o primeiro grupo de hip hop que assinou com uma grande gravadora. O maior sucesso do grupo foi "Rockin'' It", de 1981.

Ele diz que ainda gosta de cantar nas noites de sábado no Bronx, mas seu tipo de rap, chamado de velha escola, deu lugar a batidas e ritmos mais sofisticados. O negócio do hip hop se tornou uma indústria bilionária, com linhas de roupa, livros e filmes além da música.

Estrelas como Jay-Z, Eminem e Snoop Dogg são nomes conhecidos, e o hip hop já faz tanto parte da paisagem que a Universidade de Nova York oferece um curso sobre ele. E no mês passado, o Smithsonian lançou uma busca por artefatos ligados ao hip hop para criar uma exposição.

Conforme cresce o potencial de recompensa, aumenta também as fileiras dos aspirantes a fazer fortuna com o hip hop. Mas para muitos, o caminho do sucesso é árduo.

NÃO É FÁCIL

Tawayne Anderson, de 27 anos, conhecido por L.A., já gravou sete CDs de rap no ano passado e acabou de concluir um vídeo de 20 mil dólares para uma canção chamada "Ain''t Easy", sobre tentar vencer como uma estrela de rap.

"Eu preciso de um grande contrato porque mereço isso", canta L.A. "Quem mais você conhece que merece? Você não sabe como eu trabalho duro... quero meu rosto nos cartazes, nas vans e nas camisetas."

Um ano atrás ele achou um patrocinador no amigo da família Eugene Henderson, um músico e funcionário da área de saúde pública aposentado que sonhou durante toda sua vida em entrar no mercado da música. Henderson então fundou seu próprio selo, o H-Town Records.

"Quando as pessoas escutam rap, a primeira coisa que pensam é em violência, mas isso não é comigo", disse L.A., acrescentando que não usa palavrões ou linguagem desrespeitosa a mulheres e que também não faz rap sobre drogas nem violência.

"Muitas pessoas gostam de falar nesse tipo de coisa porque assim parecem maiores do que são, mas o rádio não vai tocar essas músicas", disse.

A H-Town produziu 7.500 CDs de cada um dos sete álbuns de L.A. ao custo de 40 centavos de dólar cada. Todos foram dados como material promocional em shows nos quais ele toca localmente ou em lugares como Houston, no Texas, e Atlanta, na Geórgia.

L.A. são as iniciais de "Long Awaited" (Esperado há muito tempo) ou de "Lyrical Assassin" (Assassino Lírico). Ele sabe que vai ter que lutar contra milhares de candidatos a estrelas de rap, mas ele transpira confiança.

"Posso ganhar uma platéia em qualquer lugar", disse, acrescentando que a fama não vai estragá-lo. "Daqui a dois ou três anos, quando estiver no topo do mundo, ainda vou ser a mesma pessoa."
 

Reuters
[ ver mensagens anteriores ]