Kanye West vai cantar no Grammy

 
 
Kanye West, o favorito do Grammy, também vai ser uma das atrações da cerimônia. O rapper foi confirmado para o line-up do evento, ao lado de Mariah Carey e John Legend.

Há rumores de que o trio esteja planejando um número juntos, já que West produziu faixas de ambos os artistas.

O rapper concorre em oito categorias da premiação, marcada para o dia 8 de fevereiro no Staples Center, em Los Angeles

Mulherada de respeito


Em raps, funks, filmes e séries de TV, cantoras da periferia ganham espaço e invadem a cena cultural


ROMÂNTICA

"Me diz então pra que direção devo fugir
Já que pra onde quer que eu vá
Qualquer lugar lembra você sem mim
Mas não esqueço como é bom cantar
Mas não esqueço como é bom cantar prati"                                            
Trecho de "Lembranças",
de Negra Li

 

Elas não são a coisa mais linda - estão fora do que é considerado o padrão de beleza -, mas são cheias de graça. Seu doce balanço não é a caminho do mar, e sim muitas vezes num ônibus lotado rumo a algum bairro de classe baixa dos subúrbios das grandes cidades brasileiras. Nas boates, nos cinemas e na televisão, as estrelas da hora são as moças da periferia. Mulheres como Deise Tigrona: há dois anos, ela trabalhava como doméstica; agora, segue para uma turnê pela Europa. Ou Negra Li, a rapper nascida na Vila Brasilândia, São Paulo, que ruma para seu segundo CD, com direito a letras de Caetano Veloso. Acabando com a hegemonia masculina de cantores como Mano Brown, MV Bill, Xis ou Rappin'Hood, e cada uma a seu estilo, elas são a novidade do panorama cultural.

A vida de Negra Li, e de muitas outras garotas de hip-hop, vai virar filme. Antônia, da cineasta Tata Amaral, estreará neste ano. A história será também adaptada para a TV, na série Brasilândia, em oito episódios, pela Globo. O programa será uma parceria com a produtora O2, repetindo a dobradinha de Cidade dos Homens. "É maravilhoso dar a palavra às mulheres", diz o diretor Paulo Morelli, que fez a série com Laranjinha e Acerola. "Elas vão nos apresentar um universo diferente."

Leia a matéria completa : Clique AQUI

Ghostface Killah Prepara o seu novo disco

O membro da fam Wu-Tang, Ghostface Killah, esta de volta novamente. O rapper está preparando o seu novo disco entitulado Fishscale.
O rapper ainda informa que o Wu-Tang fará uma turne pela East Coast.. A renda sera revertida para a familia do rapper que faleceu ano passado ODB.

O novo disco do rapper tem a produção e participação de MF DOOM, Pete Rock, J.Dilla , MadLib e muitos outros

Fishscale nas lojas do EUA 28 de Fevereiro

Sobre a turne confira o local.. se vc tiver na costa leste.. é so mandar um alo.. de como foi o show

2/7 - New Haven, CT @ Toads Place
2/8 - Boston, MA @ Palladium Nightclub
2/9 - Boston, MA @ Palladium Nightclub
2/10 - Philadelphia @ Electric Factory
2/11 - Philadelphia @ Electric Factory
2/12 - Baltimore, MD @ Sonar
2/13 - Washington DC @ 930 Club
2/14 - New York, NY @ HammersteiN
2/17 - Ft. Lauderdale, FL @ Revolution
2/18 - St. Petersberg, FL @ Jannis Landing
2/19 - Orlando, FL @ Hard Rock Live

Fonte: rapevolusom

3º Tributo ao Sabotage
Eternizando a memória do maestro do Canão ocorrera no dia 24 de janeiro na Favela do canão no Broklin o 3º tributo ao Sabotage, organizado por seu eterno parceiro Celo-X e os mano da AP, Celo X garante que seráum grande evento onde vai rolar a gravação do DVD tributo ao maestro do canão, de ante mão convidamos todo o publico do hip hop para que possam comparecer ao evento e prestigiar os grupos. Mathematicos, DBS, Demenos Crime, Conciencia Humana, Dina Di, Criolo Doido, SNJ, SP Funk, Celo-X e grupos da região.

ORGANIZAÇÃO
Família Broklin Sul
Contato pelo fone. - 9447-2498 com Thomas ou 9595-2346 Marcelo.
Nelboy’ leva a mesmice da Mainstream à lona em ‘Lighters Up’...

      Assumindo o aka ‘Megga Vallentinu’ sob a produção exclusiva de ‘Scott Storch’, o ‘bruiser’ do deserto da Namibe está de volta ao ringue em sua plena forma, pronto para o combate sonoro: ‘Nelboy Dastha Burtha’!!!

 

  Inspirado pela versatilidade vocal da rapper afro-americana ‘Lil' Kim’ no single ‘Lighters Up’, Nelboy recorre as suas habilidades como exímio produtor de ‘mixtapes’ trazendo as ruas um duo remix até então não ousado ainda por nenhum gladiador do rap nacional. Deste modo, toda a ferocidade verbal do rapper zulu une-se às melódicas notas da reggae music, causando uma reação de dupla personalidade, bem aos traços clássicos de ‘Dr. Jekyll e Mr. Hyde’, em um misto de equilíbrio e insanidade sobre a performance humana diante do microfone.

   Em Lighters Up, o rapper respeitosamente homenageia os imortais ‘2Pac’ e ‘Big Pun’ nos trechos ‘still your lighters up to dead rap icons / we'll never have new 2 Pacs or two Pun's; golpeando os ‘pseudos thugs’ com jabs bem colocados em composições ‘ we just really have ill fake thugs with true guns / ain´t hard to feel the cronic pain from the slums’, e retoma sua forma lúcida  questionando em ‘why we really have to lose all days our sons / look around tell me why do you pop’, toda a postura contraditória de muitos ‘revoltados do movimento’. Após o interlúdio póstumo, já aquecido e reconhecendo seu oponente durante o rápido entrave do primeiro round, o ‘Dali’ do rap dirigi-se ao córner recebendo os incentivos técnicos de Lil’ Kim, que de executora original da música, limita-se a participante especial deste remix, numa espécie de inversão permitida de valores.

   Em sua versão original, Lighters Up aborda o dia a dia difícil do bairro de origem de Lil’ Kim, o Brooklyn; enquanto que no remix, Nelboy dá uma maior ampliação dos fatos, sob a ótica de quem trafegou pessoalmente pela crueldade das ruas sombrias de Luanda (Angola), São Paulo e Rio de Janeiro.

  E para que o remix se tornasse o hit imbatível das arenas, digo, das pistas de dança, a ‘Masta Basta/ Mobotrackzs’, selo de Vallentinnu, contou com o apoio da equipe técnica da ‘Reeo Records®’, sob os cuidados de gravação e mixagens dos produtores ‘Rafik e Pedro Herkenhoff’.  

    Cabe ressaltar que esta é segunda vez em que Nelboy utiliza o sucesso da rapper nova-iorquina para a realização de suas experiências. A primeira delas foi o mix de ‘Magic Stick’ (2004), que tomou conta de pistas como a Six (RJ), e inflamou outras casas noturnas em lugares como Lisboa e Londres. Em 2005 sua ousadia lhe conduziu a produção de ‘It's You’, da cantora de r&b ‘Jojo’, seguida por ‘Lean Back’ de ‘Fat Joe’ (faixa da coletânea Rapevolusom Vol 1). Atualmente Nelboy está as vias de finalização da mixtape ‘Começo Pelo Fim VoI.1’, prevista para circular até o final de janeiro deste ano.http://rapidshare.de/files/10838115/Lil_Kim_feat_Nelboy_- _Lighters_Up__2006_REMIX__RAPEVOLUSOM.mp3.html

[ ver mensagens anteriores ]